O mês de julho já passou e você sabe da importância que ele possui? Julho representa um movimento mundial que nasceu em 2011 no Reino Unido e que foi criado para conscientizar a população sobre os danos ambientais causados pelo consumo do plástico. Agora que Julho passou, o que podemos aprender com o Julho sem plástico e como aplicar isso em todos os meses do ano?

Foto de Brian Yurasits que por meio da fotografia procura conservar a natureza selvagem

O plástico e a importância do movimento Julho Sem Plástico

O plástico está presente em nossas vidas. Criado como uma solução prática para o nosso cotidiano o plástico possui origem natural ou sintética e pertence ao grupo dos polímeros. Nos dias atuais, a maioria dos plásticos é manufaturada e derivada de combustíveis fósseis, sendo as principais o gás natural e o petróleo. Para a conversão em diversos produtos, o combustível fóssil é enviado para o refinamento, fracionamento e polimerização. Processos que envolvem a emissão de CO2 e o uso de agentes químicos. Possuem uma alta durabilidade, e podem demorar aproximadamente 400 ANOS para se decompor plenamente na natureza.

Digital Art via Pixabay – Representação da poluição plástica que a vida marinha encara

Parece uma material excelente por ser uma solução prática e possuir inúmeras aplicações. Porém o plástico é responsável por profundos impactos ecológicos. Por falta de uma consciência do ser humano no uso desse material e na falta de um acompanhamento correto em todo o seu ciclo de vida, eles acabam sujando ambientes naturais, colocando animais selvagens em perigo e poluindo comunidades em todo o mundo.

O plástico e seus números

Vídeo produzido pela Onu e apresenta os impactos ecológicos da poluição plástica na vida selvagem.

De acordo com a National Geographic desde a década de 50 a produção global do plástico dobra a cada ano. Já são mais de 9,2 bilhões de toneladas produzidos. Muito desse plástico produzido acaba indo parar no “lixo”. 

Segundo dados e estudos da #WWF o volume de plástico que vaza para os oceanos todos os anos é de aproximadamente 10 MILHÕES DE TONELADAS. Segundo a ONU Meio Ambiente, isso poderá resultar em mais plástico do que peixes nos oceanos até 2050.

Estima-se que os resíduos plásticos existentes nos solos e rios seja ainda maior do que nos oceanos, impactando a vida de muitos animais e contaminando diversos ecossistemas, abrangendo agora os quatro cantos do mundo – inclusive a Antártida.

De acordo com o #BancoMundial, o Brasil é o 4º maior produtor de lixo plástico no mundo, com 11,3 milhões de toneladas. Desse total, mais de 10,3 milhões de toneladas foram coletadas (91%), mas apenas 145 mil toneladas (1,28%) são efetivamente recicladas.

A importância do Julho sem plástico

O que foi encontrado na ilha de lixo no Oceano Pacifíco

Com todos esses dados, e na decorrência de uma emergência global relacionada a poluição do plástico precisamos ter a consciência do impacto ecológico do nosso consumo individual desse material e em como trocar hábitos que preservam o Planeta.

Para combatermos o avanço dessa poluição, PRECISAMOS URGENTEMENTE reduzir o consumo de plástico individual e destinar o plástico de forma ordenada para os agentes de reciclagem.

Alguns hábitos individuais podem ser transformados para diminuir o impacto do consumo do plástico e sua poluição. Plástico de uso único como canudos, copos descartáveis, sacolas plásticas e embalagens são particularmente prejudiciais. Mesmo sendo um material reciclável, esses itens geralmente não são reciclados e constituem quase 40% do lixo plástico produzido.

Estima-se que pode-se economizar até 200 copinhos descartáveis por ano trocando por um copo ou caneca retornável. Estima-se que uma única ecobag podem durar cerca de 4 a 5 anos. Enquanto, neste mesmo período, uma única pessoa consome aproximadamente mil sacolas plásticas.

Que tal trocar 400 anos de poluição plástica por atitudes sustentáveis hoje mesmo?

Como você pode diminuir o consumo do plástico?

Já listamos aqui 9 hábitos sustentáveis no seu dia a dia que podem contribuir na sua atitude positiva e que preserva o planeta. E para te ajudar a diminuir o consumo do plástico listamos algumas práticas e páginas de conteúdo que podem  contribuir nessa mudança.

Pode parecer pouco

Para promover a construção de hábitos sustentáveis a @canecaesmaltada personaliza canecas de aço para você trocar os copinhos de café descartável

Podemos trocar itens individuais que estamos acostumados a adquirir como descartáveis. Um exemplo é o canudinho plástico que representa 4% de todo o lixo plástico produzido no mundo. Imagine só a transformação que não haveria se houver a abolição dos descartáveis? Não só o canudinho, mas as escovas de dente, os copinhos de café e os talheres podem ser trocados por itens permanentes, feitos de forma ecológica. Consumir de forma consciente mostra que você preserva e se importa com o Planeta.

Recusar, repensar, reduzir, reutilizar e reciclar

Para estimular a construção de hábitos sustentáveis a cada pedido de camisetas Nos Alpes você recebe uma ecobag retornável

Na hora de consumir, recuse embalagens plásticas e busque sempre estar com a sua própria sacola, garrafa de água, canudo e talheres retornáveis. Repense se é realmente necessária a sua compra. Reduza seu consumo e reutilize os materiais que já possui. Faça o descarte correto do seus resíduos (lixo), direcionando os materiais que podem ser reciclados para locais próprios, e jamais jogue qualquer tipo de resíduo nas ruas, parques e praças. Vá além e retire o lixo que encontrar no seu caminho. O planeta é de todos e somos responsáveis por aquilo que amamos.

Conteúdos que vão te ajudar a ser mais sustentável

A página no Instagram @transicoes_ecologicas compartilha conteúdo produzido pela Lívia Humaire, ativista ambiental e fundadora do primeiro espaço ‘Zero Waste’ no Brasil. 

A página no Instagram @umavidasemlixo compartilha conteúdo de forma simples e criativo em como podemos trocar hábitos, reutilizar materiais e diminuir o consumo do plástico de forma sustentável.

De forma humorada e ao mesmo tempo critica, a página no Instagram @por_favor_menos_lixo apresenta reflexões sobre porque geramos lixo e por onde podemos começar a gerar menos lixo.

Em busca do bem viver coletivo a empresa Eko Ways apresenta caminhos inspiradores para construção de mudança de hábitos socioambientais através de roteiros, vivências, oficinas, palestras, práticas, produtos e projetos sustentáveis. Acompanhe os caminhos verdes pela página no Instagram @ekowaysturismo

A mudança que o movimento Julho sem Plástico promove

Você, eu e nós somos parte da mudança. Preservar a nossa vida e a vida das futuras gerações é um desafio comum e coletivo. Todos nós precisamos praticar uma mudança individual em decorrência de uma emergência global. Uma tarefa diária, mas somente com o conhecimento e iniciativa de cada um podemos fazer a diferença.

Ramon Cavalheiro – Fundador Nos Alpes

O amor pelas Montanhas preservando a Natureza. Administrador, montanhista, ciclista e em constante evolução.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *